Tudo o que você precisa saber para podar suas plantas corretamente

Como tudo na vida, na poda também temos de perder o medo e termos bom senso.

Tal como a primeira vez que um cabeleireiro nos corta o cabelo e não sabe como ele vai reagir, na primeira vez que podamos uma planta também não sabemos como ela reage. Se tiver na dúvida, pode sempre a menos do que a mais, pois em algumas plantas isso pode ser irreversível (é melhor podar duas ou três vezes do que arrasar a planta na primeira vez).

Quando vamos conhecendo as nossas plantas, torna-se mais fácil "aferir" o tipo de poda. No segundo ano, já será bem mais fácil, pois você já aprendeu como é que a planta reagiu no ano anterior.

Quando podar?

A poda é uma das atividades que na maior parte das plantas podemos fazer no inverno para preparar as plantas para a primavera. Com a dormência alguns ramos/caules ficam secos e precisam ser retirados para aliviar a planta e permitir que esta revigore mais rapidamente ao chegar a primavera.

Para algumas frutíferas, é no inverno que se poda. É quando elas deixam cair as folhas e algumas chegam a ficar só com os galhos. Imagine os galhos como uma corrente sanguínea quase semelhante a nossa, mas adequada à sua existência. Durante o inverno, a planta entra em descanso e esta corrente de líquido é menos intensa, o que facilita a cicatrização.

Todas as plantas de folha caduca, ou seja, que perdem as folhas, podem e devem ser podadas no Inverno pois é a época que entram em dormência (mais ou menos hibernação) e diminuem a sua atividade.

Quanto às floríferas, as roseiras são podadas no final de junho, as azaleias após a floração (que é após o inverno) e a maioria delas são podadas após a floração. Veja, por exemplo as camélias. Elas abrem no inverno (junho) e só depois da última flor é que se deve podar, quase na primavera. Quando podamos temos de ter um objetivo estético ou fitossanitário, queremos sempre tirar o máximo partido da beleza das nossas plantas ornamentais.

Podemos podar à vontade plantas que floresçam no ramo do ano, pois este vai crescer na primavera. Por exemplo: árvores ornamentais, árvores de fruto, trepadeiras, herbáceas e arbustos de floração primaveril que floresçam no ramo do ano.

O que não se deve podar?

Tudo o que está em flor. Estas são plantas que se podam após a floração (final da primavera), pois necessitam que haja indução floral durante o inverno.

Como fazer os cortes?

Todos os cortes devem ser limpos e deverão ser feito com tesoura de poda, serrote ou corta ramos, conforme a grossura do ramo e se este é verde ou seco. Devemos ter o cuidado de podar acima dos gomos.

Cuidados a ter com as suas ferramentas de poda:

Qualquer que seja o tipo de poda, tenha sempre o cuidado de limpar e desinfectar com álcool as ferramentas que utilizar entre uma planta e outra, para evitar a contaminação de doenças que possam se propagar pelo jardim.

Tenha sempre as suas ferramentas afiadas e oleadas para evitar que esmague os caules quando os corta. Quando acabar de podar todas as suas plantas, limpe meticulosamente as suas ferramentas, desinfete e guarde em local seco.

#plantas #paisagismo #jardinagem #podar #poda #cuidardojardim #ideiasparajardim #ferramentasparajardim #inverno

Destaques

Posts em breve
Fique ligado...

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Nenhum tag.

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

O Jardim Arquitetura Paisagística

©2018 Todos os direitos reservados.

Jurerê Internacional

Florianópolis - SC

Entre em contato

Site desenvolvido por:

Auckland Media